Resenha: O Acordo

escrito por - segunda-feira, junho 19, 2017


Ual, está é primeira coisa que posso falar deste livro para vocês. Segunda coisa é: leia se você gosta de um New Adult que lhe faça rir e se apaixonar. Porque garanto para vocês que isto será exatamente o que lhes vai acontecer ao terminar de ler esse livro. Demorei tanto para ler e me arrependo amargamente, ainda bem que mudei esse erro e hoje eu vou contar o que senti.


Título: O Acordo
Autor(a): Ellen Kennedy
Editora: Paralela
Páginas:
Ano de Publicação: 2016
Gênero: New Adult
Nota: 5/5
Sinopse: Hannah Wells finalmente encontrou alguém que a interessasse. Mas, embora seja autoconfiante em vários outros aspectos da vida, carrega nas costas uma bagagem e tanto quando o assunto é sexo e sedução. Não vai ter jeito: ela vai ter que sair da zona de conforto Mesmo que isso signifique dar aulas particulares para o infantil, irritante e convencido capitão do time de hóquei, em troca de um encontro de mentirinha.
Tudo o que Garrett Graham quer é se formar para poder jogar hóquei profissional. Mas suas notas cada vez mais baixas estão ameaçando arruinar tudo aquilo pelo qual tanto se dedicou. Se ajudar uma garota linda e sarcástica a fazer ciúmes em outro cara puder garantir sua vaga no time, ele topa. Mas o que era apenas uma troca de favores entre dois opostos acaba se tornando uma amizade inesperada. Até que um beijo faz com que Hannah e Garret precisem repensar os termos de seu acordo.

Sabe aquele tipo de livro que quando você começa a ler não quer mais para? Foi exatamente isso que aconteceu comigo em O acordo. O ar de enredo clichê se encontra logo de cara, mas a forma que a autora procurou trabalhar é que mais vale a pena. De uma maneira simples e leve ela abordou mesmo que por cima teve seus momentos de reflexão. Assuntos como abuso sexual, o abuso psicológico, agressão contra a mulher. São temas pesados para o gênero não acham? 

Lemos tanto sempre do mesmo que quando encontramos um livro que trabalhe outros assuntos também achamos até entranho, não deveríamos, mas.... Porem como eu disse, Ellen Kennedy soube trabalhar de uma maneira bem leve e fluida esses temas. Mas, sem mais delongas eu vou apresentar para vocês o casal desse livro que se inicia uma série de 4, dos quais eu já possuo todos e mal vejo a hora de poder ler todos. 
"É isso aí, Haannah e eu somos amigos. Na verdade, ela é minha única amiga mulher que já tive. E quero continuar amigo de Hannah.
mas...
Também quero dormi com ela."
O livro tem em foque a Hannah e o Garrett (lindo, maravilhoso, tdb, meu cruh, tá me acalmei). Ambos são totalmente opostos um do outro, enquanto um é muito popular por ser o capitão do time de hóquei cheio de amigos e mulheres é claro, a outra é totalmente invisível para a massa da faculdade, com um grupo muito pequeno de amigos e estudante de música. E aí vem a pergunta de porque esses dois tem que se aproximar. A resposta é simples: filosofia. 

Precisando de aulas particulares com urgência se não será tirado do tipo por nota baixa Garret descobre que Hanna foi uma das poucas, se não a única, a conseguir tirar uma nota alta nessa matéria. Então se começa a missão de aulas particulares entre os dois, mas não pense que foi fácil de se obter essas aulas, a não, Garrett precisa suar muito a camisa para conseguir esse feito. Dessa luta se vem um acordo: ela dá aulas particulares e ajuda ele a aumentar sua nota, enquanto ele finge estar saindo com ela para fazê-la chamar a atenção de um gatinho do campus por quem está interessada.


Já sabemos no que isso vai dá não é gente? Apesar de Hannah ser tímida ela quer mais do que nunca sentir as coisas, quer ter experiências agradáveis, diferente de todo o passado tenebroso que teve na sua adolescência.  E justamente ao lado do cara que ela julgava ser o mais idiota, galinha, insensível e mesquinha de todos(coisa que ele não é mesmo) ela vai descobri que pode sim fazer novas experiências e ser feliz com o que tem mesmo sabendo do que já passou no passado. 

Garret por outro lado vai aprender muito mais sobre respeito, carinho, amor, amizade, companheirismo. Que ser babaca não é uma coisa da qual se dê para ser sempre. O crescimento de ambos os personagens é muito legal e apaixonante de se acompanhar isso sim. 
"Mas, sabe, o problema da vida é o seguinte: quando ela vai bem assim, inevitavelmente, algo da errado."
A narrativa dessa linda foi fator mais crucial de todos, eu amo narrativas fluidas (eu e meio mundo) e Ellen com toda certeza obtém esse dom. Ela nos apresenta personagens que são maduros apesar da idade, mas que ainda assim tem o que aprender, ainda pode evoluir, sem toda aquela birrinha, nem infantilidade. Ela sabe construir seus personagens, e o clima de amizade, amor, carinho e companheirismo que ela cria é contagiante. 

Até mesmo os traumas que ela nos apresenta não tem frescura. Como eu disse no início são temas pesados, mas que ela trabalha com fluidez e leveza, sem ser infantil ou seus personagens se prenderem a isso. Hannah principalmente, o trauma vivido por ela atinge milhares de mulheres todos os dias infelizmente, mas ela não pegou isso e transformou em sua reclusão da sociedade, ela procurou ajuda, foi forte até o último minuto, não se deixou abalar. Cicatrizes sempre irão existir, mas como podemos trabalhar com elas para que não tome o poder de nossa vida é outros 500, não acham?


Garrett é um tema mais leve comparado a Hannah mas mesmo assim merece seu crédito, o que ele mais deseja é afeto, mas não um afeto qualquer, um afeto de verdade, não por pessoas que só estão ao lado dele por conta de status. Que o pai extremamente abusivo reconheça o valor que esse jovem tem, que o respeito seja de ambos os lados. Ambos têm seus dramas e machucados que a vida deu, mas por incrível que pareça para ambos, foi por um pedido de aula particular que se gerou uma amizade tão linda e uma paixão tórrida, isso vale muito a pena conferir. 

Beijinhos

Você vai gostar de ler...

20 comentários

  1. Oi, Kah!
    Essa série é puro amor! Todos os livros são bons, mas até agora esse é o meu preferido. Adoro a narrativa da autora, ela nos faz ficar viciada na leitura. estou louca para ler o último livro!

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda não li todos, mas estou mais do que ansiosa não nego, espero logo conseguir parar para ler todos. Fico feliz em saber que todos são bons.

      Beijos

      Excluir
  2. Oi, Kah!
    Que fofura a sua resenha! Eu sei que eu já passei faz tempo da minha adolescência, mas eu costumo gostar desse tipo de romance jovem que nos faz rir! Eu já estou com ele no kindle e pretendo ler logo que sobrar um tempinho das leituras já programadas. Obrigada por partilhar! Abração,
    Drica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A meu bem, se atenha a idade não, um livro nunca se tem uma idade para ler, se joga. rsrs
      Leia, eu sei que vai gostar.

      Beijos

      Excluir
  3. Hey, Kah!

    Esse livro já me foi recomendado fortemente por duas amigas que já leram e amaram. Porém, eu já devo ter dito aqui, eu não gosto de livros NA. Já li vários pra ver se mudaria de ideia, mas aconteceu justamente o contrário: detestei cada vez mais... rs.
    Então, por mais que me recomendem, prefiro não ler. Esse gênero não é pra mim.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá que maravilha saber mais sobre esse livro, desde do seu lançamento tenho vontade de ler e ainda não adquiri, adorei saber que vai além de um new adult que já é um gênero que gosto muito, amei as fotos e a forma de escrita que você utilizou, beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Gente eu amei este livro, também demorei um pouco para ler. Pensei o mesmo que você, que era muito clichê, mas foi muito bom e engraçado :) Apaixonadíssima pelo Garret!
    Amei a sua resenha!
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  6. Eu não conhecia o livro, mas já tinha visto umas fotos da série por aí, mas não tinha lido sobre o que se tratava. Já aconteceu comigo também de demorar para pegar o livro e depois me perguntar pq demorei tanto. heheh Muitas vezes é difícil fugir de um clichê, mas o mais importante é a forma que o autor desenvolve, tornando sua história única. Ótima resenha.

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  7. Oi Kah.
    Acho que esse é um livro que posso gostar pelo fato dele trabalhar de uma forma leve um tema tão pesado como é a questão do abuso.
    E para completar, a narrativa ser tão fluida é um ponto a favor do livro.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Kah
    Assim como você, amei esse livro. A narrativa fluída da autora, os personagens e os temas abordados. Uma leitura muito leve mesmo e digna de uma boa leitura.
    Estou ansiosa para ler o segundo que ainda não li.

    Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  9. Oi Kah.

    Sua resenha mostrou que você gostou demais o livro. Se não me engano agora só falto mais um para você ler. Eu tenho muita vontade de conhecer essa série, pois as resenhas que já li foram ótimas e a sua opinião aumentou muita curiosidade pela história. Parabéns pela resenha.

    Bjos

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Estou louca para ler o dois livros, o acordo já tenho, preciso is atras do outro para poder iniciar a leitura. Adorei sua resenha, já tinha até esquecido desses livros e lendo sua resenha lembrei que eles estão na minha lista!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Eu devorei super rápido esse primeiro volume de Amores Improváveis.
    Achei que o Garret melhorou mto como personagem e a Hannah eu ja gostei dela desde o inicio.
    Com certeza uma serie que me ganhou e que acabei lendo as continuações super rápido também.
    Recomendo demais.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  12. Olá! Amei sua resenha. Estou curiosa para ler essa coleção. Parecem ser livros bem interessantes e que nos fazem refletir sobre diversos temas. Vale a pena conferir, bjooooo

    ResponderExcluir
  13. OOi!
    Tenho muita vontade de iniciar a série, e a cada resenha esse desejo aumenta ainda mais. kkkk Amo o gênero, sem contar que a premissa é maravilhosa. Espero começar o primeiro volume em muito breve. :)

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    Eu já li muitos comentários sobre esse livro e confesso que ele não me deixa muito animada, sabe? Mas lendo sua resenha fiquei curiosa, pois no momento eu quero ler algo que me faça rir e se apaixonar, e essa parece ser uma boa dica e gostei de saber que a autora soube trabalhar bem o enredo clichê.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  15. Gosto de livros que retratam temas polêmicos, mas por mais positiva que tenha sido sua resenha e os pontos ressaltados, o livro não me atraiu. Primeiro por ser uma série e segundo porque são raros os NA que me convencem.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem? Ah adorei demais saber que é uma ótima dica para quem curte NA. Sou fã do gênero e já estava desde seu lançamento ler a série, mas esperei o último lançar aqui para enfim começar. Adorei e com certeza já adicionada a meus desejados. Ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oiii
    Eu vejo muita gente falando bem dessa série, mas é a primeira resenha que e realmente leio. Eu adoro NA, e pelo que você destaca do livro, tenho certeza que eu vou adorar. Gosto perincipalmente quando alguns assuntos importantes são tratados no romance. Espero ler essa série em breve!
    Bjus

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Amei sua resenha :) eu gosto muito dessa série e estou louca pra ler os outros livros!

    Bjs:*

    ResponderExcluir